Destaques do colóquio Media e Deficiência

  • Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência

    Um casal de jovens, ambos vestidos com jeans e t-shirts, ela em cadeira de rodas, encontram-se a conversar ao ar livre com um ar feliz e afectuoso.

    Os Estados Partes desta Convenção, incluindo Portugal, comprometeram-se a tomar medidas para combater os estereótipos, preconceitos e práticas prejudiciais em relação às pessoas com deficiência e a promover a sensibilização dos cidadãos para as questões da deficiência, para as capacidades, contribuições e o respeito pelos direitos destas pessoas (artigo 8.º da Convenção).

    ler mais
  • Estratégia Europeia para a Deficiência 2010-2020

    Oito mãos de jovens de ambos os sexos, todas com o dedo indicador a apontar para o céu.

    Esta Estratégia, aprovada pela Comissão Europeia em Novembro de 2010, tem como principal objectivo capacitar as pessoas com deficiência para que possam usufruir de todos os seus direitos e beneficiar plenamente da sua participação na sociedade e na economia europeias, em igualdade de circunstâncias com os demais cidadãos. Pretendendo fazer uso pleno da “Estratégia Europa 2020”, a “Estratégia Europeia para a Deficiência 2010-2020”, coloca a tónica na eliminação das barreiras que se deparam às pessoas com deficiência, identificando oito grandes áreas de acção: acessibilidade, participação, igualdade, emprego, educação e formação, protecção social, saúde e acção externa.

    ler mais
  • Plano de Acção para as pessoas com deficiência (2006-2015)

    Desenhos coloridos de treze figuras humanas multiculturais, de mãos dadas, a fazer um círculo. Duas das figuras estão em cadeira de rodas, enquanto as restantes estão em pé.

    O Conselho da Europa adoptou, em 2006, um Plano de Acção para as pessoas com deficiência para o período 2006-2015. O Plano é constituído por 15 linhas de acção. O contributo dos media para a promoção dos direitos das pessoas com deficiência e a sua plena participação na sociedade é especialmente destacado na linha de acção n.º 15 (sensibilização).  

    ler mais
  • ENDEF - Estratégia Nacional para a Deficiência (2011 -2013)

    Mãos e braços de pessoas de diferentes etnias, juntos ao centro, numa atitude de união e solidariedade.

    A Estratégia Nacional para a Deficiência 2011-2013, aprovada pelo Conselho de Ministros em Dezembro de 2010, focaliza-se em cinco grandes áreas de acção, configuradas em eixos estratégicos: (1.º) Deficiência e multidiscriminação; (2.º) Justiça e exercício de direitos»; (3.º) Autonomia e qualidade de vida»; (4.º) Acessibilidades e design para todos; e, (5.º) Modernização administrativa e sistemas de informação.

    ler mais
  • Plano Plurianual da ERC

    Estúdio de televisão com um operador de costas, em primeiro plano, filmando um casal a conversar em pé. A imagem que está a ser filmada encontra-se propositadamente desfocada.

    Em Abril de 2009, a ERC aprovou O Plano plurianual que define o conjunto de obrigações dos operadores de televisão que permitam o acompanhamento das suas emissões por pessoas com necessidades especiais, para período de 1 de Julho de 2009 a 31 de Dezembro de 2012. O Plano estabelece a faixa horária, o n.º de horas semanais e o tipo de programas que devem ser transmitidos pelos serviços de programas generalistas com legendagem especificamente destinada a pessoas com deficiência auditiva, com interpretação por meio de língua gestual portuguesa e com áudio-descrição. Quanto aos serviços de programas temáticos informativos de acesso não condicionado com assinatura, o Plano estabelece também a faixa horária e o n.º de horas semanais de programas de natureza informativa que devem ser transmitidos com interpretação por meio de língua gestual portuguesa.

    ler mais

Relatórios

RELATÓRIO
MEDIA E DEFICIÊNCIA

Este Relatório foi elaborado pelo Grupo de Reflexão Media e Deficiência, tendo sido apresentado publicamente no dia 3 de dezembro de 2011 durante a sessão oficial das comemorações nacionais do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência. O Relatório encontra-se disponível nos seguintes formatos:


Relatório "Media e Deficiência" (pdf - 171 páginas - 816 KB)

Relatório "Media e Deficiência" (rtf - 171 páginas - 28,5 MB)

Relatório "Media e Deficiência" (versão flipbook - 171 páginas)

Peça de Teatro TRIBOS

Billy (Bruno Fagundes) nasceu surdo no seio de uma família sem deficiências auditivas. Foi criado dentro de um casulo ferozmente idiossincrático e politicamente correcto, adaptando-se brilhantemente ao comportamento pouco convencional da sua família. Mas quando Billy conhece Sylvia (Arieta Correia), uma jovem mulher prestes a ficar surda, conhece uma nova realidade. Este será o ponto de viragem que o colocará, assim como ao público, perante a dúvida do que realmente significa pertencer a algum “lugar”. Teatro TivoliLisboaDe 10 a 28 de setembro de 2014

ler mais

Mais informações sobre Media e Deficiência

© 2011 Gabinete para os Meios de Comunicação Social AcessibilidadeFicha TécnicaMapa do site

Promotores do colóquio

  • Logo da Rádio Renascença com ligação ao seu sítio electrónico
  • Logo da ANACOM - Autoridade Nacional de Comunicações com ligação ao seu sítio electrónico
  • Logo do Programa Consigo transmitido na RTP com ligação à página do Programa
  • Logo da ERC - Entidade Reguladora para a Comunicação Social com ligação ao seu sítio electrónico
  • Logo do GMCS - Gabinete para os Meios de Comunicação Social com ligação ao seu sítio electrónico
  • Logo da Fundação AFID Diferença com ligação ao seu sítio electrónico
  • Logo do INR - Instituto Nacional para a Reabilitação, I.P com ligação ao seu sítio electrónico
  • Logo do Instituto Politécnico de Leiria com ligação à página da Unidade de Investigação Inclusão e Acessibilidade em Acção deste Instituto
  • Logo da Missão Descobrir – Comunicação em Língua Gestual com ligação ao seu sítio electrónico
  • Logo da RTP - Rádio e Televisão de Portugal com ligação ao seu sítio electrónico
  • Logo da FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia com ligação ao seu sítio electrónico
  • Logo da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias com ligação ao seu sítio electrónico

Com o apoio de:

MSATF PartnersFront.end Multimédia

Página atualizada a:
04-09-2014 às 16:24